Aplicação da espectroscopia raman na identificação de minerais asbestiformes

Catia Fredericci, Daniela C. Ferreira, Mirian Cruxen Barros Oliveira, Natasha da Silveira Pinto

Resumo

O objetivo desse trabalho foi verificar a aplicabilidade da espectroscopia Raman, como técnica alternativa, na identificação de fibras de asbesto em uma amostra de mármore. Foram realizadas análises de espectroscopia Raman em fibras presentes na rocha e os espectros obtidos foram comparados com um padrão do grupo dos anfibólios. Os resultados mostraram que o espectro do mineral fibroso, presente no mármore, assemelha-se à fase tremolita do padrão, indicando que a fibra no mármore trata-se dessa fase (Ca2Mg5Si8O22(OH)2), corroborando os resultados obtidos pelo estudo petrográfico. Os resultados, embora relacionados somente com a análise de um tipo de rocha e de um mineral do grupo dos anfibólios, mostram que a espectroscopia Raman pode ser uma técnica em potencial para a identificação dos minerais ditos asbestiformes.

Texto completo:

PDF

Referências

APOPEI, A. I.; BUZGAR, N. The Raman Study of Amphiboles. Geologie Tomul. v. 56, n. 1, p. 57-83, 2010.

CHURG, A. Chrysotile, tremolite and malignant mesothelioma in man. Chest, v. 93, n. 3, p. 621-628, 1988.

FARIA, D. L. Entenda o que é a espectroscopia Raman. São Paulo: QuímicaViva - CRQ-IV, 2011. 4 p. Disponível em . Acesso em: 8 dez. 2015.

HARRIS, D. C.; BERTOLUCCI, M. D. Symmetry and spectroscopy: an introduction to vibrational and electronic spectroscopy. New York: Dover Publications, 1989. 550 p.

JAVIER, J. An Introduction to Raman Spectroscopy: introduction and basic principles. Spectroscopy Now, 1 July 2014. Disponível em: . Acesso em: 8 dez. 2015.

OLIVEIRA, M. C. B. Caracterização tecnológica do Minério de crisotila da Mina de Cana Brava. 1996. 250 f. Tese (Doutorado) – Instituto de Geociências, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1996.

PAWELCZYK, A.; FRANTISEK, B. Health risk associated airborne asbestos. Environmental Monitoring Assessment, v. 187, p. 1-11, 2015.

ROSS, M. et al. The mineral nature of asbestos. Regulatory Toxicology and Pharmacology, v. 52, p. S26-S30, 2008.

SALA O. Fundamentos da espectroscopia Raman e no infravermelho. 2. ed. São Paulo: Editora da UNESP; 2008b. 276 p.

SALA, O. I2- uma molécula didática. Química Nova, v. 31, p. 914-920, 2008a.

TRÖGER, W. E. Optical determination of rock forming minerals: part I determinative tables. Stuttgart: E. Schweizerbartshe Verlagsbuchhandlung, 1979. 188 p.

WILSON JUNIOR, E. B.; DECIUS, J. C.; CROSS, P. C. Molecular vibrations: the theory of infrared and Raman vibrational spectra. New York: Dover Publications, 1980. 388 p.

WINKLER, H. G. Petrogenesis of metamorphic rocks. 4. ed. New York: Springer-Verlag, 1976. 334 p.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.