Revisão bibliográfica sobre metais de terras raras

Celia Aparecida Lino dos Santos, Zehbour Panossian

Resumo

Os compostos contendo metais terras raras (TR) são empregados em uma ampla gama de produtos, tais como: catalisadores para veículos automotivos; catalisadores para craqueamento do petróleo, ligas metálicas; produtos para polimentos; laser; luzes e telas luminescentes. O principal produto comercial contendo metal de TR é a liga magnética (Nd,Pr)-Fe-B. Esta liga é classificada como ímã permanente e apresenta propriedades magnéticas destacadamente superiores às ligas magnéticas sem TR. Atualmente, os ímãs permanentes à base de TR tornaram-se muito importantes por serem empregados em motores de veículos 100 % elétricos, ou híbridos e em geradores eólicos, produtos voltados à sustentabilidade ambiental. Este artigo tem como objetivo apresentar uma breve revisão bibliográfica sobre os metais de TR, abordando a sua ocorrência natural, seu comportamento químico e o seu consumo mundial.

Texto completo:

PDF

Número de visualizações: 303

Referências

ABRÃO, A. Química e Tecnologia das Terras-Raras. Série Tecnologia Mineral nº 66. CETEM/CNPq, 1994.

ALONSO, E. et al. Evaluating Rare Earth Element Availability: A Case with Revolutionary Demand from Clean Technologies. Environmental Science & Technology, [s.l.], v. 46, n. 6, p.3406-3414, 20 mar. 2012. American Chemical Society (ACS). http://dx.doi.org/10.1021/es203518d.

CONNELLY, N. G. et. al. IUPAC (Org.). Nomenclature of Inorganic Chemistry: IUPAC Recommendations 2005. Cambridge: IUPAC, 2005. 377 p. Disponível em:. Acesso em: 17 mar. 2016.

FORSYTH, M.; HINTON, B. (Ed.). Rare Earth- based corrosion inhibitors. Cambridge: Elsevier, 2014. 347 p.

HAYNES, W. M. (Ed.). CRC Handbook of Chemistry and Physics. 97. ed. Boca Raton, Fl: Crc Press/Taylor & Francis, 2017. Disponível em: . Acesso em: 09 nov. 2016.

HESLOP, R. B.; JONES, H. Química Inorgânica. 2. ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1976. 944 p.

KRAMER, M. J. et al. Prospects for Non-Rare Earth Permanent Magnets for Traction Motors and Generators. JOM, [s.l.], v. 64, n. 7, p.752-763, 29 jun. 2012. Springer Nature. http://dx.doi.org/10.1007/s11837-012-0351-z.

LANDGRAF, F. J. G. Terras raras, um negócio da China? Valor Econômico. São Paulo, p. 12. 13 abr. 2011. Disponível em:. Acesso em: 09 dez. 2016.

LIMA, I. B. de; LEAL FILHO, W. (Ed.). Rare earths industry technological, economic, and environmental implications.[s.l.]: Elsevier, 2016. 437 p.

LUCAS, J. et al. Rare Earths Science, Technology, Production and Use. Amsterdam: Elsevier, 2015. 369 p.

MOELLER, T. The chemistry of the lanthanides: Chapter 44 of Comprehensive Inorganic Chemistry. [s.l.]: Pergamon Press, 1975. 110 p.

ROCIO, M. A. R. et al. Terras-raras: situação atual e perspectivas. BNDES Setorial, Rio de Janeiro, n. 35, p. 369-420, mar. 2012. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2016.

SANTOS, C. A. L. dos. Estudo voltamétrico do íon Nd3+ em meio de NaCl-KCl (1:1) fundido. 1997. 123 f. Dissertação – Curso de Reatores Nucleares de Potência e Tecnologia do Combustível Nuclear, Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares – Ipen, São Paulo, 1997. Disponível em: . Acesso em: 27 out. 2016.

SERRA, O. A. Terras raras. 2013. Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2016.

United State Geological Survey - USGS (Org.). Mineral Commodity Summaries Rare Earths. 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2016.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.